capa-blog

3 cuidados na hora de avaliar o preço do condomínio

Na hora de alugar um imóvel o preço muitas vezes influencia bastante na escolha. Qual o valor do aluguel? Condomínio? É importante ficar atento no valor médio e quais itens se incluem na cobrança do condomínio e quais são cobrados a parte para depois não se surpreender  com custos extras.
Veja 3 dicas preciosas para avaliar o real custo de condomínio.

1)Taxa Condominial X  Preço do Condomínio

Há uma diferença entre Preço do condomínio e Taxa condominial que é importante que fique claro.
Taxa condominial ou Quota condominial  é o rateio das despesas comuns ao condomínio (todos os moradores) e é dividido de acordo com as cotas de cada unidade (em geral metragem ou quantidade de unidades). Exemplo: Custas com escritório, folha de pagamento (zeladores, portaria), elevadores, consumo de energia e água da área comum, etc.

Preço do condomínio é a soma dos valores da taxa condominial com fundo de reserva, benfeitorias e consumos extras (ex: gás encanado, água da sua unidade, uso do salão de festas, entre outros).

 

2) Verificar o que inclui no condomínio

Para evitar surpresas é importante sempre antes de optar por um edifício/condomínio procurar o histórico de valores do condomínio. Essa informação é facilmente fornecida pela administradora ou síndico.

Em geral, o consumo de energia é cobrado separadamente conforme uso. Em Maringá, a  COPEL cobra taxa mínima de energia residencial na faixa de aproximadamente R$ 60,00/mês. É importante também verificar se o hidrômetro de água é individual (Aproximadamente R$60,00/mês de taxa mínima da Sanepar em Maringá) ou se o edifício possui poço artesiano. É comum em casos de poço artesiano condomínios que cobrem uma valor estipulado por pessoa moradora na residência. Essas regras variam de acordo com o estatuto de cada condomínio.

 

Essas tarifas de energia, água e gás podem ou não ser cobradas no Preço do condomínio, mas em geral não fazem parte da Taxa condominial e se não levadas em conta podem gerar custos não programados.

Taxa de mudança também varia de acordo com cada condomínio e pode ser consultada junto ao síndico no momento do agendamento da mudança. Há condomínio que cobram somente na entrada, outros dividem a taxa entre entrada e saída de mudança.

 

3) Fundo de Reserva e Chamada de capital

No Preço do Condomínio muitas vezes vem descrito Taxa de reserva e Chamada de capital. Essas despesas são consideradas extraordinárias e referem-se em sua maioria para itens que irão valorizar o imóvel e são de responsabilidade do proprietário (locador).

Usualmente, para facilitar o pagamento, o locatário paga o condomínio integralmente e informa esses valores e comprovantes para abate no aluguel.

Vale lembrar que esse pedido de abate deve ser feito mês a mês para evitar desentendimentos futuros e evitar que os valores de aluguel + condomínio extrapolem o orçamento pensado inicialmente.

Na grande parte dos anúncios de imóveis, ele referem-se à taxa condominial e não ao preço do condomínio, visto que este pode variar de acordo com quantidade de moradores, uso de espaços pagos (salão de festas, churrasqueira, etc.). Então, atente-se e informe-se!

Aluggar

Aluggar

Aluggar - imobiliária digital com sede em Maringá que facilita o processo de locação de imóveis residenciais.